Parceiros
Telefones úteis
Redes Sociais
Notícias
Chamada de Trabalhos - Dossiê Temático - Crises políticas na América Latina

#DicaON

Nos últimos anos, assistimos à ascensão de soluções políticas autoritárias e neoliberais, que muitas vezes contrariam diretamente direitos e valores democráticos fundamentais. Tais apostas políticas reproduzem-se em distintas partes do mundo, tanto no centro como na periferia, ratificando a perspectiva de um desenvolvimento “desigual e combinado”. De todo modo, observamos que há especificidades de tais processos no mundo periférico, que, por conta de suas raízes coloniais, está mais suscetível a crises sociopolíticas. Nesse sentido, se nos países centrais grande parte do debate acerca das crises políticas contemporâneas centra-se, ainda, em visões lineares e endógenas dos processos de modernização (que, não obstante, apresentam-se como universais), assistimos nas ciências sociais oriundas de países periféricos à tentativa de elaborar reflexões alternativas, que considerem as especificidades históricas, econômicas, institucionais e culturais do mundo para além do norte-atlântico, sob a perspectiva de seu modo específico de inserção no capitalismo mundial.

Destarte, propomos o presente dossiê ancorados na necessidade de abordar crises políticas contemporâneas em países latino-americanos tendo em conta seu caráter periférico ou semiperiférico, partindo de uma perspectiva que prioriza as peculiaridades sócio-históricas delineadas pelo modo de inserção de tais nações no capitalismo mundial. Serão também bem-vindas propostas que estabeleçam comparações entre a América Latina e outros contextos pós-coloniais do sul global, nomeadamente África e Ásia. Além disso, o dossiê acolherá contribuições teóricas centradas em debates contemporâneos acerca das particularidades das crises de países periféricos em conexão com suas raízes coloniais. Entre outros, aceitará contribuições de temas como: a ascensão de governos autoritários e populistas na América Latina, os riscos que o neoliberalismo contemporâneo representa para as instituições dos países por ele afetados e os abalos à dinâmica democrática.

 

Eixos temáticos:

 

  1. Crise e colonialidade
  2. Crise e dependência na periferia moderna
  3. Autoritarismo e sociedades pós-coloniais
  4. Crise, classes sociais e capitalismo periférico
  5. Classificação racial, desigualdade de gênero e crise política


https://periodicos.unb.br/index.php/repam/announcement/view/190



Ricardo Pagliuso Regatieri
Professor Adjunto
Departamento de Sociologia
Universidade Federal da Bahia