Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
 
Intercâmbios

O PPGS é filiado a maior rede de instituições de ensino e pesquisa em Ciências Sociais da América Latina, o Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais – CLACSO, fundado em 1967. Este reúne 320 centros de pesquisa e mais de 600 programas de pós-graduação em Ciências Sociais em 25 países da América Latina, Caribe, Estados Unidos e Europa. O Mestrado em Sociologia também é filiado à Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais – ANPOCS, a qual possui mais de 100 núcleos de pesquisa associados. Em relação à formalização das relações de cooperação acadêmica, em 2008, o PPGS firmou termo de convênio com a Faculté d’Anthropologie, Sociologie et Science Politique,da Université Lumière Lyon 2 (2008-2013). Em sua primeira fase, este acordo resultou na realização do I Seminário Internacional Interfaces: arte, cidade e subjetividades contemporâneas (2010); na organização de um número especial para a revista “O Público e o privado” (v.17/2011); na participação do professor Norbert Bandier como conferencista na Semana de Humanidades UECE/UFC (2011); e, no mesmo ano, na publicação conjunta do livro Práticas de Cultura: contribuições franco-brasileiras para uma sociologia da arte e das políticas culturais.

 

Em 2015, foi assinado novo convênio entre as duas instituições (vigência: 2015-2020). Nesta segunda fase, novos membros passaram a integrar a relação de cooperação acadêmica que envolve dois Mestrados da UECE – o PPGS e o MAIE (Mestrado Intercampi de Educação e Ensino) – à Faculté d’Anthropologie, Sociologie et Science Politique, da Université Lumière Lyon 2

Em maio de 2015, o PPGS e o MAIE receberam o professor Daniel Thin (financiamento pelo MAIE pela aprovação da "Proposta INTERAÇÕES", edital Nº01/2014-FUNCAP/CAPES de Estímulo à Cooperação Científica e Desenvolvimento da Pós-Graduação), tendo ele realizado minicursos, reuniões de trabalho e pesquisa exploratória na capital e no interior do estado do Ceará. Ressalte-se ainda sua participação como palestrante do III Seminário Internacional INTERFACES: O Estado na Obra de Pierre Bourdieu, experiência inovadora de ensino organizada pelo PPGS, em Fortaleza.

 

Em novembro do mesmo ano, o PPGS enviou uma docente que ministrou cursos na Faculté d’Anthropologie, Sociologie et Science Politique, na condição de Professora Visitante. Com financiamento obtido por meio do projeto “Cooperação Acadêmica e Qualificação da Produção Científica: Consolidando Bases para o Programa de Pós-Graduação em Sociologia” (Edital nº 03/2015 – FUNCAP/CAPES de Estímulo à Cooperação Científica e ao Desenvolvimento da Pós-Graduação), esta atividade concretizava os objetivos do projeto, ou seja, “intensificar e institucionalizar redes de cooperação em pesquisa, a fim de estabelecer o patamar de excelência acadêmica necessário à instalação do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UECE”.

 

Na Université Lumière Lyon 2, a professora visitante enviada pelo PPGS ministrou palestras nosMestrados de Sociologia e de Antropologia; teve acesso a colóquios, a exemplo de « Travaille et Créativité » ; realizou reunião de trabalho com os professores Sylvia Faure e Daniel Thin para discutir as atividades de ambos em Fortaleza, no ano de 2016: respectivamente a participação da primeira no Seminário Permanente de Pesquisa: “As Dimensões Políticas da Cultura”, em maio, e a candidatura do segundo à bolsa de professor visitante no PPGS. Assim, em dezembro de 2015, o PPGS apresentou a candidatura do professor Daniel Thin junto ao Programa de Professor Visitante, da FUNCAP, sendo por isso contemplado com uma bolsa que tem subsidiado a atuação do docente no PPGS, a partir de abril de 2016. Ressalte-se que os intercâmbios estabelecidos com Lyon 2 têm como finalidade última a preparação de um Acordo CAPES-COFECUB entre o PPGS da UECE e a Facultté d’Anthropologie, Sociologie et Science Politique de Lyon 2.  

 

Como parte das atividades previstas no plano de trabalho da "Proposta INTERAÇÕES", comtemplada pelo MAIE (em parceria com o PosLA e o PPGS) no Edital Nº01/2014-FUNCAP/CAPES de Estímulo a Cooperação Científica e Desenvolvimento da Pós-Graduação, em setembro de 2015, estiveram ainda no PPGS proferindo palestra os pesquisadores Spyros Themelis (University of East Anglia – UEA), Amanda French e Joyce Canaan (Birmingham City University – BCU) para cumprir toda uma programação que havia sido elaborada em maio do mesmo ano como elemento preparatório para a assinatura de Convênio com as citadas universidades. 

 

Em 2014, foi assinado outro convênio com mediação de uma docente do PPGS, desta feita ligando a UECE à Universidad Nacional de la Patagonia Austral / UNPA (vigência 2014-2016), cuja finalidade é a elaboração de um projeto de pesquisa conjunto sobre processos de formação contemporâneos dos Estados-nações latino-americanos.

 

Os convênios gerais firmados pela UECE, preveem que cada Programa elabore termos aditivos, nos quais são definidos objetivos, atividades, financiamentos, cronograma e pesquisadores envolvidos no projeto que será executado. Nesse sentido, a participação do professor Esteban Vernik (UNPA) no Simpósio Internacional “Nação, Literatura e Experiências Transcontinentais”, em agosto de 2015, na UECE, oportunizou que fossem acordados os termos do projeto “A ideia de nação entre diferentes atores”. Tal projeto visa abordar a ideia de nação a partir da possibilidade de estudos compartilhados entre Argentina e Brasil, sendo financiado com recursos da 9ª chamada a Proyectos de Redes Internacionales, do Programa de Promoção da Universidade Argentina, vinculado ao Ministério da Educação e executada por equipes das universidades participantes, a saber: a Universidad Nacional de la Patagonia Austral (UNPA), a Universidade Nacional General Sarmiento (UNGS) e a UECE.

 

No momento, o PPGS conta ainda com outros quatro termos de cooperação em processo de negociação e/ou busca de financiamento: 1) com a Université de Bourgogne, que visa à elaboração de um projeto conjunto de caráter comparativo internacional no âmbito da sociologia da cultura, à realização de um colóquio internacional sobre pesquisas recentes sobre patrimônio no Brasil e na França, e de uma publicação resultante deste evento; 2) com a Universidad Nacional Autónoma de México – UNAM, para realização da pesquisa “Los desafios de la universidad pública en América Latina y el Caribe”. 3) entre o PPGS, o PPG em Psicologia da Universidade de Fortaleza – UNIFOR e o Centro para a Produção Industrial da Universidade de Aalborg, em Copenhagen, Dinamarca (Center for Industrial Production), para realização de seminários e intercâmbio de pesquisadores.

 

Particularmente em relação a este último, vale ressaltar que em 2014 foi aprovado no Edital Nº01/2014-FUNCAP/CAPES de Estímulo a Cooperação Científica e Desenvolvimento da Pós-Graduação, intitulado “Dinâmica do Mercado de Trabalho em Saúde e Fatores de Precarização do SUS no Ceará”. A proposta de cooperação visa o desenvolvimento de projetos conjuntos sobre a problemática dos profissionais de saúde nos dois países, bem como a formação e manutenção de redes inter e intra-institucionais. O intuito principal é, a partir dessas pesquisas, subsidiar melhorias no SUS Ceará e. realizar publicações conjuntas internacionais.

 

Visando consolidar o histórico de relacionamentos entre grupos de pesquisa do PPGS e pesquisadores estrangeiros dos Estados Unidos, Espanha, Portugal, África e América Latina, o PPGS participa ainda de redes de pesquisa, a exemplo da INTERINDI, rede internacional de pesquisadores sobre o indigenismo na qual o Grupo de Estudos e Pesquisas em Etnicidade (GEPE) articula um conjunto de projetos de pesquisa em torno da reflexão sobre os modos como antropólogos produziram saberes teóricos e práticos acerca das populações indígenas em diferentes contextos nacionais.

 

A inserção internacional dos professores do PPGS pode também ser evidenciada pela participação de docentes em projetos de pesquisa que envolvam redes de pesquisa já constituídas. O grupo de pesquisa Políticas Públicas e Economia Criativa participa do projeto interinstitucional “Arte e Vida Social – pesquisas recentes no Brasil e na França”, que reúne duas equipes acadêmicas, uma francesa e outra brasileira, para a organização de uma publicação conjunta sobre a relação entre expressões artístico-culturais e mundos sociais em dois contextos nacionais – no Brasil e na França. O resultado desta pesquisa foi lançado no primeiro semestre de 2016, em edição bilíngue, impressa e eletrônica, com financiamento do Programa Saint-Hilaire (edital CAPES 12/2010).

 

Do mesmo modo, pesquisadores do Observatório das Nacionalidades integram o projeto “A África Lusófona e o Nordeste do Brasil”, com participação de professores da Universidade Federal Fluminense, Universidade Agostinho Neto (Angola), Universidade Colinas de Boé (Guiné-Bissau) e Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique).

 

Nos últimos anos, vale também destacar a realização de estágios de pós-doutorado de docentes do PPGS no exterior (Canadá, Portugal e França), mas também a participação de estudantes de Mestrado e Doutorado na dinâmica interna de trocas acadêmicas possibilitadas pelo Programa, por meio da partilha de pesquisas orientadas ou supervisionadas por professores do PPGS, a exemplo dos seguintes trabalhos:

 

1)    Política Nacional de Educação do Campo no estado do Ceará, um estudo das Escolas de Ensino Médio do Campo nos assentamentos de Reforma Agrária do MST, pesquisa co-orientada por professora do PPGS, incluindo estágio de dois estudantes da UNAM;

2) A constituição do campo da Dança Contemporânea no estado do Ceará. Anne-Sophie Gosselin (Bolsa PNPD/CAPES – 2013-2017), Estágio Pós-Doutoral;

3) A efetividade das políticas públicas sob a perspectiva das práticas e hábitos de consumo de cultura: Uma análise comparada entre as cidades de Salvador e Fortaleza. Sérgio Sobreira de Araújo, Estágio Pós-Doutoral. 

4) Cinthia Moreira de Carvalho Kagan: participação no Grupo de Estudos e Pesquisas em Etnicidade (GEPE).

 

Em relação aos intercâmbios nacionais, os pesquisadores do PPGS destacaram-se igualmente nos últimos anos. Por exemplo, o projeto de pesquisa “Políticas de Segurança Pública, Trabalho Policial e Conflitualidades” aprovado pela Chamada Pública MCT/CNPq/CAPES – Ação Transversal nº 06/2011 – Casadinho/Procad, tem subsidiado a articulação entre diferentes grupos de pesquisa deste PPG e pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (Grupo de Pesquisa Violência e Cidadania). Entre outras atividades o PPGS tem recebido colaboração regular do professor colaborador José Vicente Tavares (UFRGS) que, dentre outras atividades, integrou o rol de convidados do Seminário Internacional INTERFACES: o Estado na Obra de Pierre Bourdieu (2015) e ministrou o Curso de Férias Sociologia da Conflitualidade na América Latina (2016). 

 

Esta rede de pesquisa já possuía histórico de articulação com pesquisadores regionais. A parceria entre grupos de pesquisa do PPGS (Laboratório de Direitos Humanos, Cidadania e Ética; o Laboratório de Estudos Conflitualidade e Violência) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia, da Universidade Federal do Ceará – o Laboratório de Estudo da Violência – LEV/UFC, e do Grupo de Pesquisa Poder, Violência e Cidadania – UFC/CNPq – possibilitou a realização da pesquisa “Etnografias urbanas: redes, conflitos e lugares – UFC/UECE” (Edital Nº 08/2010 Programa de apoio a Núcleos de Excelência PRONEX/FUNCAP/CNPq). Pesquisadores destes grupos também possuem inserção internacional no Grupo de Trabalho da CLACSO Seguridad Ciudadanía, Pensamento Crítico y Democracia (2012-atual), bem como iniciaram trocas acadêmicas com o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

 

É preciso considerar ainda a vinculação da UECE, por intermédio do PPGS, à rede de pesquisadores e instituições acadêmicas ligadas ao Instituto de Ciência e Tecnologia de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa – INCTI do CNPq. As instituições parceiras são Universidade Federal do Pará (campus de Belém e de Bragança), Universidade de Brasília – UnB, Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Universidade Federal de Juiz de Fora e UECE. Em 2014, como atividade inicial a cargo do PPGS/UECE, foi realizado o curso Encontro de Saberes: Saberes tradicionais da cura. O citado curso foi ministrado conjuntamente por professores da UECE e da UFC, bem como por Mestres da Cultura do Ceará, abordando cuidados tradicionais em saúde. Tal experiência inovadora de ensino foi ainda objeto de apresentação de trabalho no Encontro de Saberes, em Brasília em 2015.

 

Há ainda outros exemplos bem-sucedidos de articulação nacional. Vale enfatizar a importante articulação do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão, Gestão Pública e Desenvolvimento Urbano – GPDU na Rede de Estudos do Trabalho – RET, da Universidade Estadual de São Paulo – UNESP, com participação no corpo editorial da Revista da RET e nos encontros bianuais da rede, em São Paulo. Foi lançada, ainda, uma produção conjunta de dois cursos (PPGS e Mestrado em Ciências Sociais da UNESP/Marília) na forma de livro sobre Métodos e técnicas de pesquisa para estudos do mundo do trabalho, Editora Práxis. , no IX Seminário do Trabalho, em maio de 2014.

 

Destaca-se também a articulação entre pesquisadores de universidades cearenses, por meio da pesquisa “Dinâmica do Mercado de Trabalho em Saúde e Fatores de Precarização do SUS no Ceará” (Edital 3/2012 Programa de Pesquisa para o SUS/PPSUS), coordenada conjuntamente pelo Observatório de Recursos Humanos em Saúde e pelo Laboratório de Estudos do Trabalho – LET/UNIFOR.

 

O Observatório de Recursos Humanos em Saúde apresenta larga experiência na execução de projetos de pesquisa em colaboração, como, por exemplo a aprovação do projeto “Dinâmica do Mercado de Trabalho em Saúde e Fatores de Precarização do SUS no Ceará”, em 2014, no Edital Nº01/2014-FUNCAP/CAPES de Estímulo a Cooperação Científica e Desenvolvimento da Pós-Graduação.

 

Em relação à constituição de redes internacionais de pesquisa, com publicação de resultados, vale citar a participação da Profª Maria Glaucíria Mota Brasil como membro do Grupo de Trabalho da CLACSO Violência e Cidadania, bem como o trabalho do Prof. Max Maranhão Piorsky Aires como pesquisador integrante da rede INTEINDI, responsável pela aproximação de investigações sobre o indigenismo inteamericano por meio da reunião de pesquisadores da Espanha, França, Estados Unidos e Brasil.

 

Os resultados da participação docente estas redes de pesquisa foram: consolidação de um grupo de estudos e pesquisas no PPGS, com interfaces nacionais e internacionais sobre a temática das políticas públicas de segurança; formação de uma rede na web que congrega inicialmente pesquisadores vinculados aos grupos de pesquisa que integram os Programas de Pós-Graduação em Sociologia da UFRGS e PPGS da UECE; melhoria na infraestrutura de funcionamento dos laboratórios de pesquisa vinculados aos Programas; aquisição de equipamentos computacionais mais modernos e de material bibliográfico para uso dos grupos de pesquisadores docentes e discentes nos Programas; aquisição e compartilhamento de programas computacionais de tratamento de dados quanti-qualitativos (SPSS, NVivo, etc) para viabilizar o aprendizado e uso aplicado das novas metodologias informacionais nas pesquisas na área das ciências sociais; intercâmbios de docentes e discentes entre os Programas parceiros com o objetivo de qualificação acadêmica e troca de experiências locais e nacionais.

 

Serviços

Agenda - Novembro 2018

Do Se Te Qu Qu Se Sa
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1

Programa de Pos-Graduacao em Sociologia - Av. Dr. Silas Munguba, 1700, Campus do Itaperi

Fone/Fax: +55 85-3101.9887

© 2011 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados