Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Setembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Conheça a UAB
É o nome dado ao projeto criado pelo Ministério da Educação, em 2005, no âmbito do Fórum das Estatais pela Educação, para a articulação e integração experimental de um sistema nacional de educação superior. Esse sistema é formado por instituições públicas de ensino superior, as quais levam ensino superior público de qualidade aos Municípios brasileiros que não têm oferta ou cujos cursos ofertados não são suficientes para atender a todos os cidadãos.
Não. O MEC criou uma nova instituição de ensino, mas é articulada às já existentes para levar ensino superior público de qualidade aos Municípios brasileiros que não têm oferta ou cujos cursos ofertados não são suficientes para atender a todos os cidadãos.
A UAB não tem uma sede ou um endereço. O nome faz referência ao projeto criado pelo MEC para articulação e integração experimental de um sistema nacional de educação superior. (Ver questão n. 1)
Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é a denominação representativa genérica para a rede nacional experimental voltada para pesquisa e para a educação superior (compreendendo formação inicial e continuada) que é formada pelo conjunto de instituições públicas de ensino superior, em articulação e integração com o conjunto de polos municipais de apoio presencial.
Uma ou mais instituições públicas de ensino superior oferecem cursos superiores na modalidade de educação a distância, para atendimento dos estudantes nos pólos municipais de apoio presencial. Por exemplo, um município brasileiro não tem oferta de cursos superiores presenciais em sua região, no entanto, a prefeitura desse município construiu um polo de apoio presencial, que serve de polo de atendimento de estudantes.
Inicialmente, as instituições públicas de ensino superior apresentam propostas de cursos a distância ao MEC. Essas propostas são avaliadas por uma comissão de especialistas que analisarão a viabilidade de funcionamento dos mesmos nos polos municipais de apoio presencial para educação a distância, dos Municípios brasileiros que não têm oferta de cursos superiores ou cujos cursos ofertados não são suficientes para atender a todos os cidadãos.
É um espaço físico para a execução descentralizada de algumas das funções didático-administrativas de cursos a distância, organizada com o concurso de diversas instituições, bem como com o apoio dos governos municipais e estaduais.
Um polo é constituído por laboratórios de ensino e pesquisa, laboratórios de informática, biblioteca, recursos tecnológicos dentre outros, compatíveis com os cursos que são ofertados.
É uma forma de proporcionar e fazer educação, com forte mediação de novas tecnologias de informação e comunicação (TICs). O Decreto 5.622 que regulamenta a educação a distância no Brasil caracteriza a modalidade de educação a distância como modalidade educacional na qual a mediação didático–pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.
Qualquer cidadão que concluiu a educação básica, foi aprovado no processo seletivo e que atenda aos requisitos exigidos pela instituição pública vinculada ao Sistema Universidade Aberta do Brasil.
Fonte: SEED – Secretaria de Educação a Distância / MEC